Tecnologia RFID (Radio Frenquency Identification)


A tecnologia RFID (ou em português, Identificação por Rádio Frequência) é uma tecnologia de curto alcance, composto basicamente de uma antena, um transceptor, que faz a leitura do sinal e transfere a informação para um dispositivo leitor, e também um transpônder ou Etiquetas Inteligentes, etiquetas eletrônicas com um microchip instalado, que são colocadas nos produtos e que deverá conter o circuito e a informação a ser transmitida, diferente do feixe de luz utilizado no sistema de código de barras. Utilizada para identificar, rastrear e gerenciar desde produtos e documentos, até animais e indivíduos, sem contato e sem necessidade de um campo visual.

A emissão de frequências de rádio do leitor, dispersas em vários sentidos no espaço para capturar os dados, permite que uma tag seja lida através de barreiras e objetos como madeira, plástico, papel, entre outros. E varia de centímetros até alguns metros, dependendo da saída de frequência de rádio utilizada, funcionando como um poderoso sistema de aquisição de dados em tempo real. Esses sistemas são capazes de localizar os estoques e mercadorias, informações de preço, o lote, prazo de validade, uma série de coisas que favorecem a diminuição do processamento dos dados sobre os produtos encontrados na linha de produção.

O tempo necessário para digitar o código de um produto e a possibilidade de erros, criou um desejo antigo por uma identificação automática. Pode-se imaginar, sem dificuldades, as possíveis consequências geradas por uma contagem de estoque demorada, e com erros na digitação. Com esse intuito surgiu o código de barras, que é uma representação gráfica de um número. Essa tecnologia vem como uma forma de modernização e ampliação do método de identificação, não necessariamente tendo a intenção de substituir o código de barras, mas de suprir as necessidades não atendidas pelo mesmo.

Um exemplo de eficiência da tecnologia RFID é na parte de inventário, onde é possível ter ganhos consideráveis. Enquanto um coletor de códigos de barras lê 400 códigos por hora, o handheld RFID lê 4000 etiquetas por hora.

Por essas e outras razões, a tecnologia RFID tem ganhado cada vez mais espaço no comércio de varejo. Diminuição das rupturas e consequente aumento nas vendas, melhor apuração de estoques, redução das perdas, aumento da eficiência operacional, são vantagens conhecidas pelos setores que já adotaram essa tecnologia, e algumas preocupações, como o alto custo, estão sendo desmistificadas.

A partir desse comparativo de funcionalidade, você pode avaliar as diferenças do código de barras e do RFID, e analisar qual tecnologia se adequá melhor às suas necessidades.

RFID

 

RFID

Veja o Video

Auticomp Automação – Assistência Técnica Autorizada Zebra