A importância de um inventário contábil bem feito


O que você pensa da seguinte afirmação: “meu contador está fazendo meu inventário para entregar para o governo”? Absurdo? Antes fosse.

Se tivéssemos contado a quantidade de vezes que ouvimos isso de clientes ao longo dos anos certamente faltariam dedos nas mãos e nos pés. O que você pensa da seguinte afirmação: “meu contador está fazendo meu inventário para entregar para o governo”?  Absurdo? Antes fosse.! Muitos clientes, mal orientados por seus escritórios de contabilidade ou por preguiça de adquirir conhecimento, não dão a devida importância ao inventário contábil.

Mas afinal de contas, para que serve o inventário contábil? De forma simples, ele é exatamente o que o nome diz: a relação de mercadorias (e valores) que estão em seu estoque. E, óbvio, esta é uma informação que interessa e muito a Secretaria da Fazenda.

Agora vamos falar dos clientes organizados e desorganizados quando o assunto é estoque (e consequentemente inventário). O cliente organizado tem uma baita dificuldade de fazer o inventário contábil pois deve apurar corretamente as perdas, bonificações, trocas, devoluções, etc… Por ser organizado, o cliente tem ciência de que estas informações são importantes e, para apura-las corretamente, contrata empresas de contagem de estoque ou compra (e loca) coletores de dados para realizar o trabalho com sua equipe. O trabalho faz parte da rotina anual da empresa e a equipe sabe como preparar a loja e o depósito para o trabalho.

Quando a empresa é desorganizada normalmente não existe uma rotina de inventário. Escuta-se destes empresários que é impossível contar o estoque e que normalmente seus contadores, baseados no total das NFEs de compras e dos cupons de vendas, constroem um inventário fictício mas, que aos olhos do Fisco, resolve o problema.

Doce ilusão.

Hoje em dia, o SEFAZ sabe quando, o que e quanto você comprou e sabe quando, o que e quando você vendeu. O SEFAZ também tem seu saldo de inventário do ano anterior. Logo, é bastante simples saber se um inventário contábil entregue faz sentido ou não e fiscalizações neste caso são infalíveis. Basicamente, se houver problemas, a empresa será autuada. Simples assim.

Por isso recomendados a todas as empresas que, independentemente de sua familiaridade com o processo de inventário, você deve colocar em pauta começar a fazê-lo o quanto antes. Seja pela importância que o FISCO vê neste documento (e no estrago que ele pode causar a imagem e ao caixa de sua empresa), seja por conta de diversos outros problemas, como perdas, roubos, furtos, má gestão de itens não vendidos, etc… Estoque que não gira é dinheiro parado. Estoque sem gestão não gira.

A Auticomp possui diversas soluções para ajudar a sua empresa a realizar um inventário contábil com qualidade. Entre em contato conosco para maiores esclarecimentos.

Este Blog é uma iniciativa da Auticomp Automação